AMEO vence pela segunda vez consecutiva programa do Instituto CSHG

Consumir alimentos orgânicos pode reduzir risco de câncer
1 de novembro de 2018

AMEO vence pela segunda vez consecutiva programa do Instituto CSHG

07 de novembro de 2018

A edição de 2018 do Programa Funcionário Apresenta do Instituto Credit Suisse Hedging-Griffo (iCSHG) teve a AMEO como uma das instituições ganhadoras. O projeto apresentado foi premiado com uma quantia de 15 mil reais para aquisição de novos colchões, roupas de cama e para construção de um espaço com computadores. Essa é a quinta vez que a AMEO recebe o prêmio e a segunda vez consecutiva.

Da esquerda para a direita: Liliane Matsumoto, Dra. Carmen Vergueiro (Diretora-presidente da AMEO) e Wendy Nascimento

O programa desenvolvido pelo iCSGH promove o envolvimento dos funcionários do banco e do instituto que estão interessados em apoiar financeiramente uma organização filantrópica. Esse ano a AMEO foi escolhida por uma nova funcionária. Liliane Matsumoto conheceu a AMEO através do banco de dados do Instituto Credit Suisse, então ela entrou em no site da AMEO e conheceu os projetos que a instituição desenvolve. Liliane gostou dos projetos e da AMEO, decidindo, assim, abraçar a causa e apresentar o projeto “Aconchego” para essa edição.

Liliane visitando a Casa de Apoio

Depois da escolha, Liliane veio conhecer a nossa Casa de Apoio que seria beneficiada com o projeto, já que a proposta era financiar a troca dos colchões e rouparia da casa, visando o bem-estar e o conforto dos pacientes que passam uma estadia na Casinha para o tratamento contra doenças no sangue. Diferente do ano anterior que o recurso foi teve o intuito de comprar materiais para a captação de novos doadores de medula óssea para fomentar a conscientização de novas pessoas.

Todos os ganhadores do projeto e os funcionários que indicaram

Após a visita, Liliane e a Wendy Nascimento, funcionária da AMEO responsável por escrever o projeto, ficaram ainda mais empolgadas com a competição. Wendy conta “a Liliane ficou ainda mais engajada após conhecer nossa Casa de Apoio e me disse ‘Wendy, vamos ganhar sim’”, relembra ela.

No dia do evento, o projeto entrou em votação concorrendo com vários outros. Os funcionários presentes no dia da apresentação puderam votar em até três instituições. A votação continuou na internet, onde cada funcionário poderia votar em apenas uma das entidades concorrentes.

Stand da AMEO montado no dia da votação

No final, a AMEO ficou entre as 15 ganhadoras do prêmio, em nono lugar, e tem até 5 meses para executar o projeto. Segundo Wendy o recurso veio em forma de reconhecimento. “Foi excelente ter um projeto apoiado por mais um ano. Isso é a certeza de que os funcionários acreditam no trabalho da AMEO, acreditam que podemos sim fazer a diferença”. Ela ainda ressalta a importância desse ano do projeto ser voltado diretamente para os pacientes. “E o melhor de tudo é ter a certeza que vamos contribuir ainda mais com o dia-a-dia dos pacientes, é uma sensação única”, conclui.

Texto: Andressa Villagra