Quem Somos

A Associação da Medula Óssea do Estado de São Paulo (AMEO) é uma OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, formada por profissionais da área da saúde, voluntários e cuidadores. Contamos com apoio técnico da Santa Casa de São Paulo para realizar nossas atividades.

Fundada em 2002, a AMEO nasceu da necessidade de pacientes e familiares em encontrar um doador de medula óssea não aparentado. No ano de sua fundação, haviam apenas 12.000 doadores no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME). O número reduzido de doadores fazia com que os brasileiros não tivessem acesso ao transplante caso não encontrassem doador na família. A AMEO tomou para si o desafio de buscar doadores para os pacientes. Fomos pioneiros ao assumir o compromisso de mudar esse quadro.

O que fazemos

Na prática, a AMEO realiza o cadastro de doadores de medula óssea no Hemocentro da Santa Casa de São Paulo e através de campanhas externas. Informamos a população sobre a importância deste ato com palestras informativas, vídeos e material didático.

Tão importante quanto o cadastro é a fidelização do doador, que precisa manter seus dados atualizados no caso de convocação para doação. A AMEO estimula essa atitude através do cartão do doador e por envio de e-mails recordando a importância de manter os dados atualizados.

Além disso, mantemos uma Casa de Apoio que oferece acolhimento aos pacientes antes e depois do transplante, possibilitando a realização do tratamento de pacientes que residem longe dos Centros de Transplante.

Desde 2010 a AMEO mantém a Casinha, majoritariamente através de doações, atendendo de jovens a idosos, de ambos os sexos. Dispondo de 10 vagas de hospedagem, sendo 5 para pacientes e outras 5 para acompanhantes, atende também a 60 famílias da Grande São Paulo, que utilizam o serviço de Casa de Passagem, aonde recebem acolhimento durante o dia de consultas, cestas básicas, caixas de leite e kits de higiene.

Também sabemos a importância de estimular a cultura da doação através da educação de crianças e jovens. Para isso a AMEO iniciou um projeto pioneiro nas escolas, o Educar para Doar, que visa discutir a importância do conceito de doação para a sociedade.