Como posso me tornar um doador?

pilule de cialis pas cher

click acheter priligy france

http://bernardlaks.info/wp-content/uploads/2014/11/acheter-kamagra-oral-jelly.html kamagra france pharmacie

No nosso site, no canto superior da tela há um espaço para você digitar o seu CEP e encontrar o Hemocentro mais próximo da sua casa para fazer o seu cadastro de doador. Para cadastrar-se é necessário colher uma amostra de sangue e preencher a ficha cadastral.

Se você está na cidade de São Paulo e grande São Paulo, você pode se cadastrar no Hemocentro da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Basta fazer o seu agendamento através do telefone: (11) 2176-7249 e marcar o

melhor dia para você.

Em média, dois meses após o cadastro seus dados estarão disponíveis no REDOME (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea). Cada estado faz o seu próprio cadastro, mas todos os dados vão para um único registro nacional do ministério da saúde, REDOME (Registro de Doadores de Medula).

2º Passo- esperar

A compatibilidade de medula é determinada pela genética e a chance de encontrar um doador compatível com um paciente é em média 1 em 100 mil. Essa espera para doação pode durar meses ou anos. Se o sistema encontrar um paciente compatível com você (doador), eles entrarão em contato para colher uma nova amostra de sangue e confirmar a compatibilidade.

Lembre-se de sempre atualizar seus dados, pois o paciente compatível pode aparecer a qualquer época de sua vida e você deve ser encontrado rapidamente!

3º Passo - Confirmada a compatibilidade, fazer a avaliação médica

Ao ser chamado para doar um médico irá avaliar o seu estado de saúde e novos exames serão feitos. Com base nos resultados do seu estado de saúde, e da doença do paciente que irá receber a medula óssea, o médico vai explicar qual será o tipo de coleta: através de aférese (por filtragem do sangue) ou através de punção no osso da bacia.

4º Passo - Fazer a doação

Há duas maneiras de se coletar medula óssea:

O primeiro modo é a coleta pelo osso da bacia: é realizado com agulha na região da nádega, o procedimento dura 60 minutos e é feito com anestesia. O doador fica um dia em observação após o término do procedimento.

Como efeito da doação, os doadores sentem dor no local da inserção da agulha semelhante a de uma injeção de benzetacil, ou a uma queda num jogo de futebol, que regride em uma semana.

O segundo modo é a coleta pela veia: o doador toma um remédio durante cinco dias para aumentar a produção de células-tronco. No sexto dia, as veias do doador estão cheias de células-tronco. O sangue pode ser filtrado por uma máquina que retira as células-tronco e devolve o sangue para as veias.

Em geral, o processo de coleta dura de 4 a 6 horas. O efeito colateral do medicamento são dores no corpo, como as de uma gripe, mas sem espirrar, que melhora com um analgésico.

Após a doação de medula óssea, o doador não precisa receber sangue.

Quem não pode se cadastrar?

- Menores de 18 anos e maiores de 55 anos;

- Portadores de HIV/ AIDS;

- Portadores de Hepatite B e C;

- Pessoas que tem ou já tiverem algum tipo de câncer;

- Pessoas que tenham doenças autoimunes (Artrite Reumatóide, Lupus, Fibromialgia, Esclerose Múltipla, Psoriase, Vitiligo, Síndrome de Guillain-Barre, Púrpura, Síndrome Antifosfolipidica, Sindrome de Sjogren, Doença de Crohn, Espondilite Anquilosante);

- Pessoas que tenham Epilepsia;

- Portadores de DST, com exceção de Herpes, HPV, Clamídia e Sífilis;

- Portadores de Diabetes, com exceção de diabetes bem controlada, seja por dieta ou medicamento, será permitido o cadastro.

Para saber mais: Clique Aqui

Para onde vai o registro do meu cadastro?

REDOME – Registro de Doadores Voluntários de Medula Óssea O INCA – Instituto Nacional de Câncer – é o responsável pelo REDOME. Criado em 1993, o registro centraliza todas as informações cadastrais de pessoas dispostas a doar medula óssea para pacientes que não possuem doadores na família. Quando um paciente precisa de transplante, este cadastro é consultado. Se encontrado um doador compatível, ele será convidado a fazer a doação.

Para saber mais sobre o REDOME, acesse:

http://www1.inca.gov.br/conteudo_view.asp?ID=677

O que é medula óssea?

A medula óssea é um tecido gelatinoso encontrado no interior dos ossos, conhecida popularmente como “tutano”. Ela contém as células-tronco responsáveis pela fabricação das células sanguíneas (hematopoese).

Medula Óssea é diferente de Medula Espinhal. A medula espinhal fica dentro da coluna vertebral e é responsável pelo sistema nervoso, transmitindo os impulsos nervosos. A medula espinhal não é afetada no transplante de medula óssea, portanto, não existe risco de perda dos movimentos.

O que são células-tronco?

As células-tronco são células muito especiais. Essas células existem no interior da medula óssea e são responsáveis pela formação do sangue durante toda a vida. Essa é a célula que efetivamente substituímos quando realizamos um transplante de medula óssea.

Essas células têm duas características distintas:

1- Elas conseguem se reproduzir, duplicando-se, gerando duas células com iguais características;

2– Conseguem diferenciar-se, ou seja, adquirir características diferenciadas de células maduras com funções específicas.

Rua Dona Veridiana, 410 - Sala 32, Vila Buarque - 01238-010 São Paulo, SP
top